Carregando.
Aguarde.

menu

(11) 3091-4464

[email protected]

07/06/2018

HomeNoticiasEquipamentos condicionadores de ar têm baixa eficiência energética
HomeNoticiasEquipamentos condicionadores de ar têm baixa eficiência energética
Equipamentos condicionadores de ar têm baixa eficiência energética

Equipamentos condicionadores de ar têm baixa eficiência energética

Desperdício no consumo poderia ser evitado com a compra de aparelhos mais eficientes, diz engenheiro

Por  - Editorias: Atualidades, Rádio USP, Jornal da USP no Ar
Segundo Ribeiro, a melhora vem através do estabelecimento de metas, como a portaria discutida em dezembro de 2017, para entrar em vigor entre 2018 e 2019, que prevê duas etapas a partir da assinatura da portaria: na primeira, propõe-se o corte do nível D de eficiência em 18 meses; na segunda, o corte do nível C, em 24 meses. Dessa forma, em dois anos da assinatura da portaria, existiriam apenas os níveis B de eficiência energética, mas Ribeiro alerta que apenas isso não é o ideal ー deve-se aumentar a eficiência do nível A. O engenheiro conta ainda que um estudo do Instituto de Defesa do Consumidor estima que, sem a entrada efetiva dessa portaria, há um gasto de R$ 74 milhões  mensais em energia pagos pelo consumidor.

Voltar