Carregando.
Aguarde.

menu

(11) 3091-4464

[email protected]

22/11/2018

HomeNoticiasRisco de savanização da Amazônia exige medidas adaptativas, indica estudo
HomeNoticiasRisco de savanização da Amazônia exige medidas adaptativas, indica estudo
Risco de savanização da Amazônia exige medidas adaptativas, indica estudo

Risco de savanização da Amazônia exige medidas adaptativas, indica estudo

Segundo pesquisa que contou com a participação da Unicamp, ações nesse sentido seriam benéficas mesmo na hipótese de o fenômeno não se concretizar

  

Pesquisas desenvolvidas no Brasil e no exterior apontam para a possibilidade de mudanças climáticas extremas submeterem a Floresta Amazônica a um processo de savanização [forest dieback, em inglês]. Nesse cenário, o ecossistema como é conhecido atualmente daria lugar a campos ralos e árvores esparsas, paisagem semelhante à encontrada nas savanas africanas ou no Cerrado brasileiro. Tal hipótese, formulada há 20 anos e que indica para a perda da maior floresta tropical do mundo, deveria estar deixando os governos dos nove países amazônicos “de cabelo em pé”. Ocorre, porém, que os cientistas ainda têm várias incertezas acerca dessa projeção. Diante dessas dúvidas, o que é mais indicado fazer: aguardar, adotar medidas mitigadoras ou estabelecer ações de adaptação da população da região (30 milhões de pessoas) que seriam benéficas ambiental e socialmente, mesmo que a previsão não venha a se concretizar? A resposta a estas questões estão num artigo que acaba de ser publicado pelo PNAS, periódico científico editado pela Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos.

Leia a reportagem completa em: 

https://www.unicamp.br/unicamp/ju/noticias/2018/11/21/risco-de-savanizacao-da-amazonia-exige-medidas-adaptativas-indica-estudo

Voltar